Você já ouviu falar sobre impermeabilização? Impermeabilizar é o ato de tornar algo impermeável. Um objeto impermeável é algo que impede a passagem de fluidos. Isso significa que, nem gases e nem líquidos conseguem penetrar tal material. Você já deve imaginar a importância disso no cotidiano, né? Existem materiais que são naturalmente impermeáveis, e outros que não são. Por exemplo, o vidro ou porcelana, que usamos em copos, xícaras e vasos, tem qualidades impermeáveis. Podemos colocar líquidos neles sem nos preocupar com vazamentos, a não ser que estejam furados ou trincados.

Uma boa impermeabilização pode evitar grandes gastos com reparos.

E falando em trincas, vamos falar também do primeiro tipo de impermeabilização. Muitos dos objetos impermeáveis, que utilizamos, não são, ou não podem ser, constituídos de uma única peça. Um aquário, por exemplo, é feito de cinco lâminas de vidro, formando uma caixa. Mas, para que essas lâminas fiquem juntas, e suportem a pressão da água, é necessário colá-las, ou prendê-las, e depois aplicar um produto para que a água não escape pelo encontro das faces.

Impermeabilização: quando a presença de água é indesejada no seu projeto.

Um processo semelhante é necessário em piscinas de alvenaria, na instalação de azulejos e outros serviços na construção civil. Azulejos, por exemplo, podem ser naturalmente impermeáveis, mas, ainda assim, é necessário que seja colocado, entre eles, um rejunte também impermeável, para que os líquidos, como a água e produtos de limpeza, não venham a penetrar e causar desgastes ou infiltrações, que podem ser desastrosos para o seu espaço.
Uma fundação de edifício não pode ser feita de vidro ou azulejos, por não terem resistência para suportar o peso da construção. Elas precisam ser sólidas, feitas de concreto e ferragens. Porém as ferragens, quando em contato com a água, e até mesmo ar, começam a passar por processos de oxidação, ou seja, começam a enferrujar. A solução é garantir que as ferragens não entrem em contato com o ar ou a água.
O concreto por si só não tem propriedades impermeáveis, por isso, é importante que ele seja impermeabilizado. Uma das maneiras comuns de impermeabilizar o concreto de fundações é investindo em produtos especiais impermeabilizantes. Ainda é possível fazer o uso de aditivos ao próprio concreto para torná-lo menos poroso e mais hidrofóbico. Métodos semelhantes podem ser usados para impermeabilizar colunas e vigas, tanto de concreto quanto metálicas e, também, de madeira. Geralmente o processo de construção de uma laje, por exemplo, envolve a estrutura, alvenaria, ferragem (Malha pop), concreto e, por fim, um produto impermeabilizante.
Os pisos e paredes precisam de uma atenção especial, pelo tamanho da sua área de contato. Uma camada fina e frágil de solução impermeabilizante em um piso é totalmente inviável, já que o desgaste, rápido, com o tráfego, deixará, em pouco tempo, a construção desprotegida.

O método mais apropriado varia de acordo com a necessidade.

Confira alguns métodos de Impermeabilização de paredes e pavimentos:

  • Manta asfáltica: É uma manta feita a partir da modificação do asfalto com uma mistura de polímeros. Essa combinação gera aderência e resistência, excelentes, proporcionando a impermeabilização perfeita. A manta asfáltica é indicada para lajes de dimensões pequenas; banheiros, cozinhas, lavabos, e demais áreas molhadas;
  • Solução asfáltica elastomérica (manta líquida): Feita à base de solventes orgânicos, com alta concentração de asfalto elastomérico. Tem propriedades elásticas. Forma uma membrana impermeável de alta resistência. Indicada para impermeabilização moldada no local. Principalmente para áreas com muitos detalhes e recortes. Lajes, cozinhas, sacadas, baldrames, calhas, muros, paredes de drywall, reservatórios de cimento, etc. Pode ser usado também para impermeabilização de floreiras
  • Adicionar aditivos à massa: É possível impermeabilizar parede externa com reboco de massa, com aditivos, para deixá-la imune à infiltração de água. Dispensando assim, camadas extras de produtos impermeabilizantes.
  • Verniz impermeabilizador incolor: É um verniz transparente que impermeabiliza, deixa um acabamento brilhante, possui alta resistência, e ação anti-pichação. Indicado para pisos de pedra, concreto, madeira, proteção contra ação de pichadores e impermeabilização de telhados.
  • Tinta impermeabilizante: Tinta especial, que dá acabamento impermeável. Indicada para proteger paredes externas, expostas à chuva. Embora útil, é limitada em seu uso, quando relacionada às condições da parede.
  • Rejuntamento impermeável: Rejuntamento feito à base de resina, que torna revestimentos de paredes ou pisos de azulejo ou pastilhas, impermeáveis. Pode usar resina epóxi ou acrílica. Ideal para banheiros, cozinhas, áreas de serviço, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *