segurança

A escolha de um lugar para morar depende de diversos fatores de segurança, que envolve todos os indivíduos de uma família. Para um casal, estar próximo do ambiente de trabalho pode ser o cenário ideal.

No entanto, quando há a presença de filhos, é preciso ter acesso a escolas e cursos complementares. Dessa forma, poder contar com serviços de transporte público, como vans particulares, ônibus, trens e metrôs, deve ser levado em consideração.

Outro ponto que deve ser ponderado é quanto à segurança residencial. Muitas famílias escolhem viver dentro de condomínios, que passam a sensação de um lugar mais protegido, já que há profissionais que atuam no setor de vigilância.

Para administrar este tipo de lugar, é preciso contar com profissionais capacitados, com conhecimento técnico, que também estão à disposição no mercado de trabalho, denominados sindicos profissionais SP.

Eles possuem diversas responsabilidades, baseadas sob o artigo 1.348 do Código civil, que exigem conhecimento em diferentes áreas, como direito trabalhista e imobiliário, técnica em contabilidade, administração, de uma forma generalizada.

É claro que a contratação de assessoria especializada deve ser levada em consideração, para que todas as tarefas sejam realizadas de forma competente.

Entre os deveres do síndico, podemos destacar:

  • Convocação de assembleia dos condôminos;
  • Representação jurídica para defesa de interesses comuns;
  • Processo judiciais e administrativos devem ser informados ao moradores;
  • Cumprimento perante regimento interno e resoluções de assembleia.

A zeladoria e os cuidados com o patrimônio do condomínio, assim como a contratação de serviços terceirizados, como segurança, limpeza e jardinagem, também competem ao síndico.

Caso não cumpra o dever com competência, qualquer morador pode acionar o regulamento interno, para que o profissional responda por seus atos em juízo, de forma cível e criminal.

Mais uma questão que deve ser avaliada pelas famílias está na oferta de área de lazer. Churrasqueiras, quadras esportivas, espaços para crianças e adolescentes sempre são atrativos a mais, que podem ser essenciais para ser a escolha final de uma família.

Acessibilidade para condomínios verticais

Os condomínios verticais, formados por torres de apartamentos com mais de cinco andares, precisam contar com acessibilidade facilitada. Por isso, ter um elevador predial preço incluso no valor da residência, é muito importante.

Esse tipo de serviço deve garantir acesso a todos os andares, inclusive no subsolo, onde o aproveitamento para instalação de garagem é bastante comum nestas estruturas imobiliárias.

Complexos residenciais que contam com prédios de até quatro andares, a obrigatoriedade de presença de elevador é nula. No entanto, muitas vezes, ter este tipo de equipamento valoriza, e muito, podendo ser instalado um elevador externo residencial.

Empresas especializadas faze este tipo de serviço, de maneira prática e eficiente, atendendo todos os moradores, com segurança e praticidade.

Pisos com garantia de beleza, praticidade e segurança

Por toda a área comum, dentro de um condomínio residencial, é preciso ter espaços de convivência, como salão de festa, churrasqueira e quadras poliesportivas. Estes equipamentos valorizam os imóveis, além de proporcionar maior socialização entre os moradores.

O uso de resina epoxi para piso de concreto em áreas comuns é bastante eficiente, pois facilita a limpeza e a higienização do local.

As características principais deste elemento podem ser verificados após a aplicação, como alta resistência à passagem de pedestres e durabilidade por um longo período.

As áreas de lazer devem ser espaços que proporcionam segurança e fácil acessibilidade. Nas áreas infantis, é possível aplicar pisos apropriados, para evitar qualquer tipo de acidente, somando alegria e diversão.

Cabe ao síndico verificar o preço piso emborrachado para playground, apresentar orçamento em uma reunião condominial, e contratar os serviços de uma empresa especializada.

Garagem recebe porta de aço individualizada

As entradas sociais dos condomínios possuem, na maioria dos casos, guaritas e portarias, para garantir a segurança dos moradores e facilitar o acesso de moradores, visitantes e serviços de terceiros, como entrega de produtos e correspondências.

As garagens costumam ter um portão automatizado, com acessibilidade realizada por meio de controle remoto, ou acionamento após aprovação em portaria. Para individualizar as vagas, condomínios têm instalado galpões fechados, dedicados a cada residência dentro do condomínio.

Para fechar de maneira adequada, as entradas recebem uma porta de enrolar usada, que pode ser automatizada, facilitando a abertura e o fechamento.

Este tipo de serviço é mais comum em condomínios horizontais, onde as residências são individualizadas, mas os serviços de segurança, limpeza e portaria são compartilhados entre os moradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *