síndico

Todo condomínio precisa de organização, e é muito comum que os moradores elejam, por meio de uma assembleia, uma pessoa que ficará responsável por representar, legalmente, o condomínio. A essa pessoa dá-se o nome de síndico.

O síndico é responsável pela gestão de tudo o que diz respeito ao condomínio. Desde aspectos jurídicos, a itens referentes ao dia a dia, como:

  • Contratação, pagamento e gestão dos funcionários;
  • Manutenção das áreas comuns;
  • Segurança patrimonial;
  • Mediação de situações;
  • Contratação de serviço de paisagismo.

Se você foi eleito síndico, e não sabe por onde começar, esse conteúdo pode te ajudar nesses primeiros passos.

Quais são as minhas responsabilidades como síndico?

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o síndico não é um funcionário do condomínio, mesmo que, em certos momentos, seja remunerado pelos serviços prestados. Deste modo, o síndico não é assegurado pelas imposições legais da CLT.

No entanto, mesmo que não seja um funcionário, ele possui responsabilidades de suma importância para com o condomínio, desde a representação legal, em juízo, à manutenção do bem-estar para com os moradores.

Além dos pontos citados acima, o síndico também pode ser responsável por evitar a inadimplência dos condôminos, por esse motivo é importante investir em gestão financeira para síndicos.

O que um administrador de prédio de não pode fazer?

Ainda que o síndico represente a figura de maior responsabilidade na administração de um condomínio, há certas restrições em sua autonomia.

Muitas ações e decisões devem ser tomadas por meio de votação em assembleias entre os condôminos, entretanto, existem algumas que um síndico não pode tomar, como descrito a seguir:

  • Não prestar contas aos condôminos;
  • Não obedecer/seguir ações definidas em votação;
  • Não ser imparcial na mediação de situações;
  • Expor quais moradores encontram-se em situação de inadimplência.

Como você observou até aqui, há muitas implicações que envolvem a função de um síndico, desde o investimento em sistema de alarme residencial até a organização financeira do condomínio. 

É muito importante, que você busque cada vez mais se atualizar e se desenvolver para exercer tal função com excelência, e quem sabe, até mesmo, ser reeleito para o cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *