condomínios estrutura

Os empreendimentos imobiliários voltados à moradia em condomínios tem se expandido de forma considerável, tanto nas cidades do interior, como nos grandes centros urbanos. A migração populacional é uma realidade e muitos espaços estão sendo readaptados para a nova realidade que a sociedade se encontra.

Os cenários urbanos têm se transformado de maneira surpreendente, onde o cinza dos grandes prédios estão dando espaço para o retorno da natureza em meio ao concreto armado.

Adaptações estão sendo aplicadas nos projetos, em parte como forma de garantir a aprovação junto ao poder público, respeitando a legislação ambiental proposta pelos governos municipais, estaduais e federal.

Verde passa a fazer parte do cenário de condomínios

Os profissionais que trabalham na área da construção civil estão aplicando diferentes soluções nos projetos, desde a implantação do canteiro de obras até a entrega das chaves para os proprietários.

O desenvolvimento de um projeto paisagismo residencial envolve a plantação de flores, plantas, árvores e arbustos, conforme a disponibilidade de espaço e características regionais e do solo.

Importante destacar que isso é válido para todos os empreendimentos imobiliários, tanto aqueles que são desenvolvidos a partir de programas públicos voltados à população de baixa renda até os edifícios para pessoas com melhor realidade financeira.

Alguns espaços recebem grama sintética decorativa, mas ainda assim com a possibilidade de implementação de elementos naturais, como pedras, samambaias e xaxins, complementando a composição verde dos imóveis.

Segurança controlada de maneira remota

A mobilidade urbana também é uma preocupação que deve estar no projeto de um condomínio residencial. Por isso, os serviços que podem ser realizados de forma remota têm a preferência na contratação.

Utilizando a tecnologia, empresas especializadas em segurança patrimonial oferecem o porteiro virtual como uma maneira de evitar o deslocamento de pessoas, ao mesmo tempo em que é possível vigiar todo o perímetro do condomínio, com a instalação de câmera de monitoramento em pontos estratégicos, com a complementação de cercas elétricas e alarmes sonoros em um sistema integrado.

Até mesmo o portão social e a entrada da garagem podem ser abertos de maneira remota. Os portões contam com trancas elétricas acionadas com botão e a entrada e saída de veículos contam com motor para porta de enrolar, ou qualquer outro modelo instalado no local.

Elementos estruturais visam a sustentabilidade de condomínios

A composição de uma obra moderna tem implementado alguns elementos voltados à sustentabilidade, promovendo a proteção da natureza e o meio ambiente de uma forma geral. Isso tem garantido, até mesmo, mais valorização no mercado imobiliário e economia no orçamento doméstico.

Os investimentos em equipamentos modernos promovem o aproveitamento da luz natural e da água pluvial. Outros permitem a diminuição de energia, por exemplo, o proporcionado com o consumo boiler elétrico com timer programável.

A conta mensal pode diminuir quando o aquecimento da água é aquecida com este tipo de equipamento, que mantém a temperatura adequada para uso em pias dentro de uma casa, como na cozinha, nos lavabos e no banheiro, por meio do chuveiro.

A resistência que aquece a água dentro do boiler pode ser ligada em horário programado, dessa forma, o consumo de energia é feito de maneira intermitente, sem sobrecarregar a rede da concessionária, refletindo em mais economia doméstica.

A climatização também pode ser facilitada com o emprego de materiais específicos no acabamento de um imóvel. A área externa pode receber piso drenante preço que vale o investimento, pois ele permite o escoamento da água pluvial de forma natural ao solo, evitando a formação de poças.

Empresas especializadas oferecem este tipo de material construído a partir de materiais reciclados ou com componentes naturais, como fibras e pedras residuais da construção civil.

Essa composição favorece a purificação da água da chuva, retornando mais limpa ao solo. Além disso, outros benefícios podem ser destacados, como

  • Facilidade de manutenção;
  • Alta durabilidade;
  • Baixo desperdício de instalação;
  • Resistência para passagem de veículos.

Esses elementos já estão se tornando mais comuns nas construções, desde os conjuntos habitacionais voltados à população carente até condomínios de luxo. A sustentabilidade está em alta e não vai sair da pauta tanto no poder público quanto em organizações não governamentais.

O investimento em ambos os exemplos citados é baixo, com um custo-benefício que vai se prolongar por um longo período, conforme a manutenção preventiva empregada em ambos equipamentos.

Além disso, a decoração do imóvel e a segurança dos usuários é uma garantia que vai prevalecer nas justificativas empregadas pelos profissionais do setor, como engenheiros, arquitetos, decoradores e paisagistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *