Em grandes construções, principalmente as que envolvem a indústria de construções civis, existe uma gama de materiais disponíveis, em alguns casos até para a mesma função, o que torna um pouco difícil definir qual material utilizar em determinadas situações.

Com as inovações nessa área ocorrendo a todo vapor, a indústria de produção de material deseja atender os clientes de forma eficaz, produzindo a cada dia novos produtos com funções extras, em alguns casos não mudam muito a sua composição mas podem fazer uma diferença na obra, na estrutura, no custo, no desperdício e etc.

Este artigo tem como objetivo elucidar algumas funcionalidades referente aos principais materiais utilizados nas grandes construções.

1. Madeira

É um material retirado a partir do tecido das plantas lenhosas que possui funções mecânicas. É um material extremamente resistente e leve, comumente utilizado para estruturar a base da obra e auxiliar na sua sustentação. Os principais tipos de madeira no mercado são:

  • Madeira de Ipê;
  • Madeira de Cedro;
  • Madeira de Pinho;
  • Madeira de Sucupira.

Cada uma possui uma indicação melhor de uso, casando melhor com sua composição material.

2. Pedra

Um material mineral duro, sólido, retirado das rochas. Seu principal uso é na composição do concreto, casando água, cimento, areia e pedra.

A pedra é um dos principais insumos em obras e construções, como podem também ser utilizadas em decorações de jardins e etc.

3. Piso

Conhecido também como pavimento, é um revestimento colocado sobre o solo para se caminhar e para deixar a estrutura visualmente mais bonita, podendo ser usado tanto em ambiente interno quanto externo, depende da finalidade da construção para entender se o piso deve ser decorativo ou funcional.

No caso de grandes obras, é altamente recomendado o uso do piso industrial de alta resistência, ideal para o uso em indústrias de grande porte pois suporta de forma eficiente a movimentação de cargas e maquinários pesados sem apresentar falhas, rachaduras e demais danos.

4. Areia

Composta por rochas e minerais degradados, a areia é muito utilizada em obras de todos os tipos, principalmente para fabricação de argamassas, aterros, concretos e na fabricação de vidros.

Talvez ela seja um dos materiais mais complicados de transportar e armazenar dentro de grandes construções, exigindo um caminhão correto para o transporte: o caminhão de areia preço.

O valor de tal transporte tende a variar de acordo com o mercado e apresenta ótima relação de custo-benefício.

5. Aço e ferro

O aço é uma espécie de liga de ferro, fundida com carbono e demais elementos.

Apresenta, em contraste com outros materiais no mercado, um custo baixo e uma ótima resistência mecânica, aconselhável para o uso em vigas e estruturas de fundamento de construções.

Para garantir um suporte ainda maior a essas estruturas basilares, é recomendado o uso de barra de ferro como suporte, outro material que apresenta bastante resistência.

Vigas e perfis: construindo uma estrutura forte.

Uma grande construção deve ter todas as suas partes resistentes, é claro, mas a estrutura base deve sempre ser a parte mais forte, além de contar com materiais de maior resistência mecânica e constituição precisa.

Para isso temos os perfis, que são utilizados em áreas mais específicas e que necessitam de um material mais resistente. Ele é comumente utilizado em locais com condições de ambientes comprometidas, nos quais se faz necessário um aço de resistência a corrosão.

Por sua aplicação ser dinâmica e em diversos terrenos, existem muitos tipos diferentes desse material, podendo ser em formatos I, em W, em T, em H, entre outros.

No entanto, vamos dar uma atenção especial aos de tipo U, pois é uma peça que apresenta versatilidade de aplicações ainda maior que as anteriores, por conta do número de bitolas que possui, fazendo com que a viga possa ser adaptada de forma fácil a função destinada.

Essa característica dá à peça uma flexibilidade extremamente alta, permitindo acabamentos e encaixes estruturais precisos.

Saiba que a viga U preço é um material acessível e que vale a pena o investimento, entregando uma flexibilidade maior para as construções do que demais peças.

Como vimos existem muitos materiais para se escolher e com diversas funções. Desse modo, é necessário entender o motivo da construção, o tráfego que ocorrerá nos locais (tanto na área interna quanto externa) e responder de forma adequada a essas especificações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *