A água é um dos elementos fundamentais para a sobrevivência humana. Ao todo, esta substância compõe impressionantes 70% do organismo. Em certos órgãos, como o cérebro, a taxa pode chegar a 90%.

Apesar disso, este elemento também pode ser o vetor de transmissão de uma série de doenças graves. Algumas delas são:

  • Hepatite A;
  • Cólera;
  • Febre tifóide;
  • Disenteria amebiana;
  • Leptospirose.

Graças ao tratamento de agua, boa parte destes males não é mais tão frequente hoje em dia. Entretanto, isso não significa que a água encanada seja 100% pura: mesmo tratada, ela precisa de alguns cuidados.

Por que purificar a água?

Apesar de nem toda a população contar com um serviço de água tratada, o seu alcance atual é muito superior ao de anos atrás.

Neste processo, ela recebe uma série de químicos e passa por alguns processos de purificação, visando à prevenção de doenças.

O problema, neste caso, são os canos dos imóveis. Com o tempo, é comum que eles acumulem certos resíduos, que podem acabar causando algum tipo de contaminação.

Por conta disso, é desejável contar com um purificador de água. Este aparelho oferece uma proteção a mais contra impurezas.

Protegendo a saúde de quem consome o líquido. Além disso, a caixa d’água também pode acumular impurezas, que podem causar doenças.

Quais são os métodos usados para purificar a água?

Com o avanço da tecnologia, a população atualmente conta com várias opções para garantir que está consumindo uma água pura e saudável.

Esta sem químicos ou microorganismos prejudiciais. Confira algumas delas:

Filtro regular

Na maioria das casas, é comum que haja um filtro de agua na cozinha. Seu mecanismo de funcionamento é bastante simples.

Há uma vela central, que é responsável por retirar impurezas do líquido, tais como sólidos em suspensão.

As vantagens destes filtros são seu preço acessível, pequeno porte e o fato de não usarem energia elétrica.

Além disso, há vários modelos disponíveis do mercado, desde versões feitas de barro até as confeccionadas em plástico.

Do mesmo modo, é possível optar por um item que precisa de um galão de água mineral ou que pode ser abastecido diretamente com água da torneira.

Filtro central

O filtro central é semelhante à vela dos filtros regulares: ele contém um elemento filtrante, como o carvão ativado ou o quartzo, que purifica a água quando ela passa por ele.

A diferença é que ele é instalado diretamente no encanamento, geralmente ao lado do hidrômetro. Deste modo, toda a água que chega ao imóvel será purificada de antemão.

Purificador de torneira

Este purificador costuma ser usado como alternativa ao filtro regular. Normalmente instalado ao lado da torneira, ele usa a mesma fonte de água que ela.

Assim, não é preciso reabastecê-lo nem adquirir galões de água. Seu acionamento é semelhante ao de um filtro: aperta-se uma alavanca para servir a água.

A única desvantagem é que estes purificadores funcionam com eletricidade. Assim, é preciso ter uma tomada por perto, ou contar com uma extensão.

Filtro para poço artesiano

Há quem não abra mão de beber água fresca, direto de um poço artesiano. Por mais prazeroso que isso seja, é preciso purificar a água antes do consumo.

Afinal, ao contrário da água encanada, ela não passa por nenhum processo de filtragem. Felizmente, isso é simples: basta adquirir um filtro para poço artesiano.

Porém, nem todos os produtos funcionam em todos os poços. Dependendo das características do local, a água pode ter impurezas diferentes, que demandam diferentes elementos filtrantes.

Alguns dos problemas que podem ser encontrados, são:

  • Excesso de ferro;
  • Água corrosiva;
  • Água salobra;
  • Água com areia e barro.

O ideal é investir em uma análise da água para, a seguir, definir o equipamento purificador ideal.

Por exemplo: um filtro para ferro na água de nada vai servir, caso o problema seja o excesso de areia e barro no líquido.

Quais cuidados tomar com os purificadores de água?

A higiene deve ser a principal preocupação de quem conta com filtros ou purificadores de água.

A vela responsável pela purificação, deve ser higienizada periodicamente, conforme as instruções do fabricante. Do mesmo modo, é preciso verificar a necessidade de substituir o elemento filtrante.

Um filtro de carvão ativado, por exemplo, pode demandar a substituição do material de tempos em tempos. Novamente, é preciso ficar atento às instruções do fabricante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *