Os componentes das mais diversas estruturas e equipamentos estão propensos a sofrer desgastes ao longo do tempo ou devido a um acometimento específico. Entre exemplos de danos é possível citar contaminação, erosão, corrosão e envelhecimento.

Neste contexto, as manutenções são soluções muito buscadas e entre os modelos que existem, é válido abordar a preventiva e a corretiva.

A preventiva é efetuada com o objetivo de amenizar possíveis danos no item. Em geral, os métodos aplicados são combinados com base nas condições e no tempo, inclusive as inspeções.

Já a corretiva, diz respeito ao conjunto de atividades reparadoras dos danos nos elementos, mas não deve ser confundida com a manutenção de quebra, onde não há planejamento de atividades.

Por exemplo, no caso da manutenção tubulação de gás, é preciso estabelecer uma certa periodicidade para inspeções, principalmente para identificar, analisar e reparar as falhas caso existam.

De acordo com o local, por meio da inspeção também é possível realizar projetos de adequação às normas vigentes conforme a instalação de gas.

Naturalmente, cada aplicação conta com suas particularidades e quando se trata de sistemas de gás, um problema que causa preocupação é o vazamento, uma vez que deve ser identificado o mais rápido possível para solucioná-lo.

Isso se deve ao fato de que pode resultar em explosões. Grande parte dos defeitos pode ter relação com erros associados a especificação e execução.

O profissional analisará o procedimento a ser efetuado, mas, de forma geral, deve-se identificar se o problema é pontual ou se há uma má conservação do sistema de gás.

Neste segundo caso, o tipo de manutenção requisitada pode ser mais complexo, por exigir mais do que a substituição ou reparo de um pequeno trecho.

A importância da manutenção no gerador de energia solar

gerador de energia solar residencial ou instalado em um empreendimento, pode ser uma alternativa favorável para quem almeja explorar caminhos sustentáveis.

O dispositivo efetua a conversão da energia solar em elétrica, podendo ser uma alternativa usada como recurso de emergência ou como uma das fontes principais.

É algo viabilizado pelos painéis solares que reagem com a luz do sol e geram a energia elétrica. É necessário que sejam conectados uns aos outros e em um inversor solar, que tem como principal funcionalidade a conversão da energia gerada em corrente contínua para que possa ser usada na empresa em corrente alternada.

Entre os benefícios, é possível apresentar:

  • Redução de despesas;
  • Valorização da empresa;
  • Previsibilidade de custos;
  • Energia renovavel e limpa.

No que diz respeito ao tipo de manutenção que pode ser necessária para esse tipo de gerador de luz, é algo que pode variar, mas tem relação essencialmente com as placas, que podem ficar extremamente sujas e requisitarem uma limpeza, mas, normalmente, é algo realizado anualmente com água e um pano ou uma escova macia, dependendo da situação dos painéis.

Quanto mais sujas as placas estiverem, mais comprometido estará o desempenho da produção de energia. É preciso ter muita cautela e não subir no telhado para realizar a limpeza, pois pode ser muito perigoso.

Hastes longas podem permitir a limpeza sem que seja necessário subir no telhado, porém, dependendo do local, pode ser mais favorável recorrer a um profissional.

Saiba mais sobre o gerador de energia solar on grid

sistema fotovoltaico on grid corresponde ao gerador de energia solar conectado a rede, ou seja, os painéis solares convertem a energia do sol em energia elétrica e tem conexão direta com a rede, diferentemente de sistemas mais antigos onde a energia criada alimentava um banco de baterias.

O segundo caso recebe o nome de sistema off grid ou sistema isolado, é uma alternativa visada principalmente em locais remotos e/ou onde o custo para a conexão na rede elétrica pode ser relativamente alto.

Antes da instalação, é crucial que existam análises, como de perfil do consumo da energia elétrica e se é viável efetuar a instalação na estrutura, principalmente para que o sistema mais adequado seja aplicado.

Além da escolha correta dos sistemas a serem instalados, pode-se concluir que a manutenção, muitas vezes, pode ser decisiva, em especial, no que diz respeito à preventiva.

Afinal, prolongar o reparo muitas vezes pode piorar severamente o problema e consequentemente, causar grandes prejuízos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *