instalações-elétricas

Dentro de um projeto arquitetônico moderno, cada detalhe tem alguma importância, ou uma função, mesmo que seja estética e visual. No caso das instalações elétricas, é muito importantes que os circuitos atendam de forma apropriada a segurança estrutural.

As tomadas e interruptores fazem parte do sistema elétrico, e precisam estar devidamente dispostas nas paredes, para que o acesso seja fácil. Isso serve tanto para acender as lâmpadas, quanto para ligar os equipamentos eletrônicos de maneira segura.

Lembrando que, o abastecimento de energia elétrica não tem apenas essas finalidades. A estrutura de segurança patrimonial também depende de um sistema de energia adequado para que o funcionamento seja apropriado.

Desenvolvimento de projeto com material próprio

As instalações elétricas não podem ser realizadas de qualquer maneira, com material de qualidade duvidosa. Se um projeto não for desenvolvido de maneira correta, podem ocorrer diversos problemas, como falta de energia, ou até mesmo curtos-circuitos e princípios de incêndio.

Por isso, toda a instalação eletrica predial deve seguir as normas regulamentadoras, inclusive quanto aos materiais que seguem o padrão da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Dessa forma, as irregularidades são evitadas e tudo funciona de maneira adequada.

O planejamento do projeto elétrico precisa de materiais específicos para cada estrutura seja implementada. Os fios e cabos possuem bitolas específicas para cada situação, e isso determina o grau de segurança implementado em toda a estrutura imobiliária.

Mão de obra técnica é essencial para execução

Os materiais devem ser adequados, o que ajuda bastante no acabamento de uma instalação de todo sistema elétrico. Da mesma forma, os profissionais que trabalham nesse ramo precisam ter conhecimento técnico apropriado, pois eletricidade é importante para a vida moderna.

Se for feito de maneira errada, pode ocasionar diversos problemas, além de prejuízos materiais que envolvem diversos cenários, até mesmo acidentes e interrupções de energia.

Por isso, o eletricista instalador precisa entender o projeto que será executado, sem colocar em risco a própria vida, as dos moradores e demais usuários que irão se beneficiar com a energia elétrica.

Os circuitos elétricos de uma estrutura imobiliária possuem diversas características, variando conforme o número de cômodos, as finalidades do imóvel e o ambiente que a iluminação está sendo empregada.

As lâmpadas utilizadas devem possuir o número de watts correto, para que a iluminação não seja prejudicada. Esse cuidado está em ambientes como cozinha, banheiro, sala de estar e de jantar, além das luzes na área externa de uma casa.

O profissional que faz a instalação precisa saber a diferença entre um interruptor simples, que acende apenas a luz do cômodo, e um interruptor intermediário, que permite a ligação de lâmpadas em três pontos específicos.

As áreas externas costumam utilizar esse último modelo, pois há diferentes pontos de acesso de entrada e saída. Assim, é possível controlar a iluminação do quintal, nos fundos e na entrada do imóvel.

Projeto de segurança depende de instalações elétricas

Os prédios comerciais e residenciais precisam de um projeto de instalação elétrica abrangente, pois não envolve apenas salas ou apartamentos. Há outros espaços que precisam de uma iluminação apropriada, como:

  • Recepção;
  • Portaria;
  • Área de lazer;
  • Playground;
  • Quadras poliesportivas.

Os edifícios modernos contam com uma instalação elétrica apropriada para garantir a segurança dos moradores e usuários, dependendo das finalidades da estrutura imobiliária. O projeto de segurança patrimonial inclui uma catraca biometrica para reconhecimento imediato de pessoas cadastradas.

Esse tipo de equipamento é muito comum em prédios comerciais e empresariais, reforçando a segurança de todas as pessoas que circulam no local.

A instalação elétrica, nesses casos, é necessária e, mesmo que ocorra uma queda de energia, baterias são acionadas automaticamente. Portanto, o projeto deve ser revisado constantemente, para identificar se esses detalhes estão inseridos no planejamento.

O controle de acesso biometrico pode ser momentâneo, permitindo a entrada apenas por um determinado período, ou permanente, com o cadastro sendo atualizado com o passar do tempo.

Os modelos de cadastramento envolvem diversos equipamentos elétricos, além das próprias catracas, como computadores e leitores de biometria.

A presença de um nobreak pode ser o suficiente para garantir a energia elétrica por um tempo, no caso de falta de eletricidade.

Por fim, é importante destacar que a automação residencial depende de um projeto de distribuição de energia eficiente. Muitas portas possuem controle de acesso digital, com inserção de senha própria, dispensando as tradicionais chaves e fechaduras.

Com o uso de materiais apropriados e contratação de mão de obra capacitada, todo projeto de instalação elétrica pode ter uma durabilidade alta, desde que a manutenção preventiva ocorra periodicamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *