Decorar uma casa é uma ação bastante pessoal, pois envolve o gosto da pessoa e a forma como ela enxerga o mundo. Apesar de o gosto ser algo muito particular, existem alguns materiais disponíveis no mercado da construção e reforma que atuam como decorativo e ao mesmo tempo, facilitam sua vida!

É possível resolver o problema do apartamento sem espaço, do barulho excessivo na rua ou do piso que não agrada. Tudo isso, escolhendo uma decoração de qualidade e os produtos certos. Ficou curioso? Confira.

Móveis planejados: organização e sofisticação

Apartamentos e casas estão cada vez mais compactos e menores. Com o tamanho reduzido surge a dificuldade de como encaixar os móveis de forma que tenha algum mínimo de espaço para transitar.

Os móveis planejados ajudam porque, como o próprio nome já diz, são totalmente planejados para determinado ambiente.

Ou seja, são únicos e especiais para sua casa. Além de otimizar o espaço da sua casa, os moveis planejados valorizam o imóvel, além de apresentarem durabilidade e resistência.

Um profissional que consegue orientar sobre qual é o melhor móvel e onde instalar, é um design de interiores. Além disso, uma outra vantagem é que os móveis planejados podem ser instalados em vários locais da casa, como quarto, sala e cozinha. Eles são de fácil montagem e desmontagem, trazendo mais sofisticação e beleza ao ambiente.

Em relação aos moveis planejados orçamento, é importante que ele seja orientado por um profissional especialista, e que seja feito em uma empresa de qualidade e credibilidade no mercado de moveis, já que, mesmo otimizando o espaço, os móveis precisam trazer conforto e sofisticação ao seu lar.

Outra vantagem é a adaptação fácil a vários espaços, além de deixar o ambiente muito mais organizado. Com o design de interiores, é possível realizar um projeto dos móveis, em conjunto com a empresa fornecedora, dando uma noção e percepção ao cliente de como ficará sua casa.

A escolha do melhor piso

Outro desafio no momento de decorar após a construção ou durante uma reforma, é definir qual tipo de piso utilizar. Isso porque, existem vários modelos de pisos e eles podem ter especificidades em sua utilização. Por exemplo, existe o :

  • Piso de madeira;
  • Piso de porcelanato;
  • Piso de cerâmica;
  • Piso de vinil;
  • Piso de mármore.

Apesar da variedade de pisos, um deles merece destaque. Estamos falando do piso laminado. Esse piso possui muitas qualidades, dentre elas, a versatilidade.

Ele é utilizado na substituição do piso de madeira, que pode mofar ou ter contato com insetos como, por exemplo, cupins. Esse piso tem semelhança à madeira, apesar de ser feito de material sintético. Ele possui uma decoração de destaque e ainda ajuda a evitar poeiras e alergias nos moradores.

Outra vantagem é que ele se apresenta em tons claros e escuros, dependendo da escolha e critério do cliente. Além disso, esse piso é considerado resistente e de fácil limpeza, podendo ser limpo com vassoura macia ou até um aspirador de pó. Um pano úmido com desinfetante também pode ser utilizado.

Além disso, esse piso preza pela questão ambiental, já que é um modelo sintético, que imita a madeira e não a madeira em si. Outra vantagem é o custo-benefício com a instalação de piso laminado preço, que representa um ótimo investimento para o cliente.

Pisos laminados podem ser utilizados, também, em ambientes residenciais e comerciais, garantindo ainda mais sua versatilidade.

A utilização do gesso na residência

Outro material para decorar, que pode ser utilizado tanto na construção mais rápida de paredes, servindo como uma divisória e criação de novo ambiente, ou como elemento decorativo entre o teto e a parede, está o uso da placa de gesso.

Essa placa pode ser acartonada, sendo considerada mais leve e prática na instalação de drywall, que é considerado um material moderno e mais fino, otimizando ainda mais o espaço, sendo indicado exatamente para casas e apartamentos mais compactos.

O isolamento térmico

Alguns materiais para decorar, como uma janela de vidro temperada podem ajudar no isolamento térmico, deixando o local mais iluminado e ao mesmo tempo, menos térmico.

Mas, na indústria também é necessário ter esse isolamento térmico industrial. Esse isolamento reduz a emissão de energia, conservando o calor do ambiente. Além disso, evita o superaquecimento e protege as máquinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *