Mesmo os pisos de materiais mais caros necessitam de alguns cuidados para garantir que tenham mais durabilidade e se mantenham bonito por mais tempo. Assim, para fazer a limpeza, é importante prestar atenção em quais produtos para limpar piso de madeira, de cerâmica, de granito ou qualquer outro são necessários e adequados.

Para se ter uma ideia, nunca deve-se utilizar lixa, sapólio ou palha de aço. Outro detalhe é que grande parte dos pisos laminados ou de vinil são resistentes à umidade, mas isso não quer dizer que são a prova d’água. Portanto, é necessário limpá-lo de imediato caso caia algum tipo de líquido.

Para evitar o desgaste prematuro do piso, é bom usar sempre rodízios de poliuretano ou silicone ao invés de rodízios de nylon. Caso o piso esteja levemente arranhado, a aplicação de verniz para piso de madeira é uma alternativa.

O uso de capachos na entrada de residências ou estabelecimentos comerciais é importante, pois ele minimiza a quantidade de detritos presentes nos sapatos e que podem estragar o piso.

Evitar de ficar arrastando móveis pesados também é uma boa dica de cuidado, além de colocar proteção de feltro nos pés dos móveis para evitar de arranhar o seu piso laminado madeira, por exemplo.

A luz solar também não deve incidir diretamente sobre alguns tipos de piso. Nunca use fitas adesivas coladas diretamente nos rodapés, pois sua retirada pode causar danos ao produto.

O ideal para realizar a limpeza na maior parte dos pisos é usar uma solução de detergente e álcool. Para se ter uma ideia de sua eficácia, a mistura desses ingredientes consegue retirar dos pisos alguns tipos de manchas como de:

  • Graxa de sapato;
  • Vinho e suco de uva;
  • Café;
  • Refrigerante;
  • Tinta de esmalte;
  • Mercúrio.

É sempre importante atentar-se as dicas do que pode ser usado para fazer a Limpeza para piso de madeira.

Tipos de pisos

Existem diversos tipos de pisos existentes no mercado. A cerâmica é o piso mais comum e pode ser encontrada em tamanhos, cores, texturas e qualidades de diversas – o que implica diretamente na variedade de preços. Esse material é usado tanto para ambientes internos quanto para ambientes externos.

Um tipo de piso mais nobre e sofisticado é o porcelanato. Sua produção é feita em massa única já na coloração escolhida.

O piso laminado é composto por lâminas de madeira e não são colados no contrapiso, ou seja, são apenas encaixados e presos nos rodapés.

Já o granito, além de bonito, é resistente e durável. Ele é muito encontrado em pisos de residências e outros locais com grande fluxo de pessoas.

O mármore é uma rocha metamórfica e seu uso é indicado apenas para pisos de ambientes internos. O quartzo é o principal componente do silestone, além de ter outros mineirais, resina de poliéster e pigmentos em sua composição.

Da mesma forma que o piso laminado, o piso vinílico também é instalado por meio do sistema click macho-fêmea sobre a manta. Eles não são recomendados para locais de grande fluxo de pessoas. A sua estampa imita madeira, mas ele é formado por plástico PVC.

O piso laminado é uma ótima opção para aqueles que procuram versatilidade, durabilidade e bom custo benefício, pois ele imita a madeira de uma forma bem natural, proporcionando um efeito visual bem bonito.

Manutenção de pisos de madeira

Para fazer a Restauração de piso de madeira preço o primeiro passo é fazer a sua raspagem com lixa, deixando o piso uniforme, bem acabado e polido.

Depois disso, a aplicação de bona deve ser feito e, cerca de duas horas depois, o produto já está seco. Depois de muito tempo de uso desde sua instalação, os pisos de madeira podem apresentar alguns desgastes que poluem seu visual, como arranhões, trincas, perda do brilho e descolamento de rejunte, mas, a restauração de piso de madeira consegue devolver o aspecto de novo ao seu piso.

Essa restauração deve ser realizada por uma empresa qualificada, com profissionais capacitados que sabem quais são os produtos ideias para deixar seu piso com as características de um piso novo.

Após o processo de restauração, o revestimento adquire ainda mais resistência e brilho. Além disso, não é necessário gastar com obras e reformas, substituindo o piso por um novo.

Para manter a revitalização por mais tempo, basta manter os cuidados recomendados pelos profissionais que executaram a restauração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *