construção

A burocracia está presente na vida da sociedade, desde o nascimento. Isso não é diferente para o setor da construção civil, que precisa de diversos documentos, desde o projeto arquitetônico até as instalações que são realizadas.

As finalidades de cada imóvel também determinam se há documentos necessários, assim como fiscalização de profissionais capacitados e empresas especializadas. Tudo isso para garantir o conforto e a segurança dos usuários, e até mesmo de terceiros.

Energia elétrica deve atender demanda contínua em construção

A vida moderna exige a execução de um projeto eletrico predial que atenda todas as normas de segurança e promova as facilidades relacionadas a essa estrutura tão importante para a sociedade.

Seja uma casa individual, em um bairro residencial, ou um edifício que acomoda diversos apartamentos, toda a estrutura elétrica precisa garantir a segurança dos moradores e do patrimônio físico, em si.

Toda a instalação deve ser acompanhada por um profissional da área, como um engenheiro elétrico ou um técnico eletricista.

A apresentação dos pontos dedicados às tomadas e interruptores, assim como toda a iluminação interna e externa que depende da energia elétrica.

Os projetos de instalações elétricas prediais precisam ser instalados e guardados para ocasiões como manutenção ou reforma imobiliária.

Com isso é possível identificar detalhes específicos, entre os quais:

  • Divisão de circuitos;
  • Comandos elétricos;
  • Trajeto de condutores;
  • Quadros de energia;
  • Carga disponível.

Os materiais utilizados devem ser adequados ao tamanho de cada estrutura, com fios e cabos elétricos aplicados em situações distintas, como chuveiros, torneiras elétricas e equipamentos complementares, como hidromassagem ou bomba para piscina.

A construção de um condomínio residencial, por exemplo, exige a presença de quadros de distribuição de energia para cada bloco, e os apartamentos contarem com o leitor individualizado. Da mesma forma que outros espaços, mesmo que de uso comum, atendam os moradores de maneira privada.

Individualismo em espaço compartilhado

Os ambientes de uso comum em um condomínio podem ser variados, como salões de festa, churrasqueira e piscina. Nesse último caso, para evitar que os prédios ou elevadores fiquem molhados, deve haver vestiários para que os moradores possam se trocar antes de voltar para a residência.

Como muitos desses espaços contam com privadas construídas em sequência, eles recebem uma divisória de granilite para banheiro preço que vale o investimento quando comprados em um grande número de peças.

Esse é um elemento de composição que pode ser encontrado em outros empreendimentos imobiliários, como vestiários de clubes sociais, banheiros de shopping centers e supermercados, além de estruturas voltadas para o setor industrial.

Segurança predial com certificação garantida

Para qualquer projeto imobiliário, é preciso que a segurança seja prioridade em todos os momentos. Por isso, a exigência de muitos documentos, principalmente quando o empreendimento é voltado para o setor comercial, ou a construção é realizada em um conjunto habitacional de apartamentos.

Entre os processos burocráticos exigidos para a ocupação legal de um empreendimento imobiliário, está a aquisição do AVCB condominio residencial (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), que é feito de maneira presencial.

Especialistas precisam ir até a edificação e verificar se todas as medidas de segurança foram tomadas, incluindo a presença de equipamentos de combate a incêndio, como:

  • Extintores diversos;
  • Escadas com porta corta-fogo;
  • Mangueiras;
  • Hidrantes;
  • Saída de emergência.

Quando as edificações passam por uma reforma ou construção conjugada, ou mesmo a ampliação em uma área específica, a administração ou síndico do condomínio deve apresentar o CLCB bombeiros (Certificado de Licença do Corpo de Bombeiros).

Esse documento não exige a vistoria presencial de profissionais, mas deve estar à disposição caso seja solicitado por uma equipe de fiscalização.

Acabamento em construção de fácil aplicação

Vale ressaltar que, as mudanças estruturais dentro de um apartamento individual não exigem documentação específica, desde que não interfira na construção geral de um prédio ou edifício. A simples menção ao síndico responsável e o respeito às regras do condomínio é o que importa.

Dessa forma, quando uma alteração visual é realizada, como a aplicacao de epoxi em parede, o proprietário do imóvel deve utilizar os equipamentos corretos e o bom senso, para não incomodar a vizinhança.

As soluções implementadas em um empreendimento imobiliário devem ser apresentadas por profissionais capacitados, utilizando materiais adequados para cada tarefa realizada. A saúde e a qualidade de vida dos usuários está relacionada a um ambiente apropriado para moradia, em todos os sentidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *