Diferentes aspectos em torno do meio ambiente são trabalhados por empresas de proteção ambiental, que vão além da degradação.

Afinal, empresas deste setor também visam evitar a degradação e incorporar meios mais favoráveis de uso dos recursos naturais. Por esse motivo, apresentam um papel indispensável, que acomete os mais diversos setores do mercado.

Neste cenário, é importante observar que a estrutura dessas empresas também contam com itens que estão presentes nos mais diversos tipos de edificações.

Por exemplo, a chapa expandida, que tem um custo/benefício considerável devido a sua produção por meio do estiramento de chapas sem costura.

Ao buscar por chapa expandida preço, é preciso considerar que se trata de um tipo de chapa que apresenta grande durabilidade, principalmente ao considerar o processo de laminação e da possibilidade de galvanização, que é realizada por um procedimento que atribui uma camada extra de proteção contra corrosão para o material.

Basicamente, o processo de fabricação conta com a alteração da placa metálica através de extrusores, obtendo ao final de todo o método uma tela de grande resistência.

Uma das principais características desse tipo de chapa, além da durabilidade, é sua superfície aberta e dependendo da aplicação, evita o acúmulo de resíduos e facilita a passagem de luminosidade e som.

É possível encontrar chapa de ferro, alumínio ou de aço inoxidável. Estes produtos podem ser incorporados em fachadas, pisos, passarelas, divisórias, grades e, até mesmo, para a proteção de equipamentos.

A resistência da chapa tem grande ligação com a forma de abertura da malha e, por essa razão, é indispensável que seja fabricada por uma empresa de confiança e que atenda as medidas conforme as especificações das aplicações em questão.

Principais equipamentos de combate a incêndio

Na estrutura de diversos locais, não apenas em uma empresa de proteção ambiental, há normas a serem atendidas, como a presença dos equipamentos de combate a incendio.

Naturalmente, esses itens podem variar de acordo com o local, porém, há alguns que são mais comuns de forma geral, tais como:

  • Extintores;
  • Sprinklers;
  • Portas corta fogo;
  • Iluminação de emergência.

Os extintores são muito conhecidos, mas é preciso citar que existem diferentes tipos que, naturalmente, atendem classes de incêndios distintas, como os que operam com água, pó químico e espuma mecânica.

O uso depende dos materiais acometidos, por exemplo, o pó químico é indicado para incêndios de líquidos inflamáveis, enquanto o extintor que funciona com água é recomendado para materiais sólidos, como papel e madeira.

O chuveiro sprinkler também é muito comum e seu funcionamento lembra a um chuveiro caseiro, devido a liberação de água.

O sprinkler conta com um elemento que recebe o nome de bulbo, já seu bico é rosqueado em uma tubulação pressurizada, além da tampa permanecer fechada e travada pelo bulbo.

Quando ocorre o início de incêndio, um líquido se expande em uma temperatura que faz com que ocorra o rompimento e a liberação da água.

Já as portas corta fogo são indispensáveis para as saídas de escadas das edificações e comumente são constituídas por aço galvanizado, além da folha da porta apresentar um importante núcleo isolante de grande resistência ao fogo.

Por fim, a iluminação de emergência comumente conta com LED, sendo obrigatória em muitos locais, como aqueles que contam com mais de 2 pavimentos, além de uma grande circulação de pessoas. É indispensável para orientar as pessoas caso ocorra alguma interrupção ou queda na fonte principal de energia.

Sendo assim, são elementos cruciais para a segurança e atendimento das normas, conferindo assim aos colaboradores maior tranquilidade caso algo ocorra.

Vale lembrar que os incidentes com chamas podem ser extremamente severos, tanto para os locais, quanto para as pessoas.

Aspectos do tratamento de água

Uma empresa deste setor pode ou não estar envolvida com o tratamento de agua, mas é fundamental considerar que o tratamento adequado da água é indispensável para todos.

O tratamento pode ser efetuado para atender diferentes requisitos, como a redução de corrosividade, correção de sabor ou odor, remoção de microorganismos nocivos, como vírus e bactérias, além da redução dos compostos orgânicos e outras impurezas.

A forma de tratamento pode variar de acordo com o estado do manancial aplicado como fonte para o tratamento e distribuição da água. Entre os procedimentos aplicados é possível citar a coagulação, floculação, flotação e decantação.

Comumente esses procedimentos estão relacionados às primeiras etapas do tratamento, a coagulação é realizada para o agrupamento das impurezas da água em partículas maiores, que levam a produção de flocos.

Já a flotação por ar dissolvido, consiste na separação dos líquidos de sólidos, por meio de microbolhas de ar que movem as impurezas em suspensão para a superfície, contribuindo assim com a eliminação.

Decantação também consiste na separação dos flocos formados, ocorre por meio da gravidade em tanques que comumente apresentam forma retangular.

Conforme pode ser notado, diferentes aspectos estão ligados a uma empresa de proteção ambiental, cabe a cada empreendedor averiguar a estrutura e modelo de atuação que são favoráveis para o negócio, sem se esquecer de cumprir sempre as normas necessárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *