Assim como o forro, o tipo de pisos faz toda a diferença quando a ideia é proporcionar um acabamento de qualidade para o ambiente.

No caso de um Projeto de Livraria e ambientes comerciais, essa escolha ainda causa muitas dúvidas. Afinal, é possível unir funcionalidade e beleza em um material de revestimento?

A resposta é positiva, pois, independente do estilo e da proposta dos ambientes comerciais, a qualidade dos assoalhos é algo que causa uma das primeiras impressões no cliente quando este entra no estabelecimento.

Se você tem um Projeto de Livraria ou quer saber quais são as melhores opções para revestimento do assoalho da sua loja, saiba que esse artigo pode ser útil. Continue lendo e saiba como acertar na decisão dos pisos para seu ambiente comercial.

Pisos de madeira ou laminado? Entenda a diferença

Quando o objetivo é proporcionar uma estética impecável e, de quebra, oferecer um conforto termoacústico agradável para o ambiente, o piso laminado pode ser uma boa aposta.

O diferencial desse modelo é que, apesar da composição de resina e material de placa de fibra, este revestimento tem a capacidade de imitar a madeira real com perfeição.

De forma geral, esse é um piso fácil de cuidar, com manutenção simples e que combina com diversos ambientes, por conta da versatilidade do material. Todas essas vantagens tornam o piso laminado uma boa aposta para livrarias, salas comerciais e lojas.

Além do material laminado, o piso tradicional feito em madeira é uma escolha inconfundível quando a proposta é criar um ambiente com charme, resistência e boa durabilidade em termos de revestimento. A estética da madeira é benéfica visualmente e altamente decorativa.

Outras vantagens relacionadas ao piso de madeira são: excelente desempenho térmico, resistência à umidade e variações de temperatura, ótima composição termoacústica (é um material que ameniza o efeito do eco no ambiente) e o toque rústico da decoração.

Os dois materiais são boas apostas para a composição do projeto de ambientes comerciais e, sem dúvidas, cumprem a proposta de impressionar o cliente logo na entrada.

Independente da escolha para sua livraria ou estabelecimento, esses dois tipos de piso apresentam melhor desempenho na prática quando são bem cuidados. Para te ajudar nessa tarefa, separamos algumas dicas. Confira abaixo:

  • Faça a limpeza diária no piso;
  • Evite arrastar móveis e provocar riscos no assoalho;
  • Invista na cera para dar brilho para o assoalho;
  • Aposte nos recursos como aspirador de pó e vassoura.

Raspadora de tacos e conservação

Com o tempo, é natural que o piso se desgaste. Mas, graças às técnicas como a Raspadora de tacos, é possível recuperar os pisos e devolver o brilho para essa parte tão importante do seu projeto comercial.

Na prática, a raspagem é feita em etapas. Primeiro a camada superior do piso é lixada e, a partir disso, é feita a restauração do revestimento, com a eliminação de manchas, marcas, riscos e irregularidades. O lixamento elimina o problema de nível da superfície e o resultado é seu piso novinho em folha.

Entre os benefícios da Raspadora de tacos, o principal é a possibilidade de recuperar o piso sem ter que trocar a madeira inteira.

A partir dessa técnica, é importante que a conservação seja feita com cuidados de higienização diários, como mencionado no tópico anterior.

Além de conservar o revestimento, essas técnicas agregam bastante valor ao projeto na medida em que destacam a beleza do piso e, com isso, tornam as salas comerciais mais charmosas.

Dicas para completar a decoração

Além do piso, projetos comerciais exigem uma composição que transmita a ideia de um ambiente acolhedor e completo.

Quanto mais atrativo for o espaço, certamente mais tempo o consumidor passará no interior da loja e maiores são as chances de converter essa visita em alguma compra.

Uma dica que pode completar a decoração de ambientes como livrarias ou lojas é um Projeto de Home Theater.

Composto por prateleiras, esse tipo de mobília pode destacar algum produto da loja que esteja relacionado ao audiovisual e além da parte decorativa, esse ambiente pode ser um espaço para o cliente viver uma experiência.

Proporcionar boas experiências aos futuros compradores, aliás, é algo que deve ser pensado quando um projeto comercial é formulado. Afinal, todo mundo gosta de ambientes aconchegantes e que ofereçam algum tipo de solução para seus desejos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *